23 de Outubro de 2014

A Letter


"It's ok to hold on tight...and to let go"

Sarah, interpretada por Dree Hemingway, lê uma carta da sua falecida mãe enquanto ela percorre as montanhas de Jackson Hole, Wyoming. É uma jornada pessoal, mas que ela não tem que a fazer sozinha. Com o seu parceiro, interpretado Joel Danielsson, a seu lado, ela refaz os passos da sua mãe seguindo as palavras escritas nas páginas de um velho diário. As cartas tecem uma história que acabará por conectar a mãe e a filha ao longo do tempo, trazendo Sarah para mais perto de si mesma (das suas raízes) e, em última instância, conduzindo-a para o futuro que se avizinha.

22 de Outubro de 2014

Little Red House

Storytellers,
 you ancient windows
 and a balcony on the stars
I just want a dream place
a little red house
  a little red house



20 de Outubro de 2014

Virgins

Stigmata II ressoando pela sala,
comprimindo e pesando
o corpo, as paredes,
a mesa e a cadeira
num ruído sedutor,
(des)corporalizante,
que arranha, aperta e deixa.
Apenas termino na intermitência
crua
vertiginosa
nua
e descendente
do Stab Variation.

6 de Outubro de 2014

A Place Jean Paul II ficou a guardar-me as costas
enquanto me infiltrava sobre a velha multidão.
Sem saber muito bem o que encontrar
respirei o primeiro ar húmido de Notre Dame, 
as suas vozes confusas e os rostos ruborizados pela procura.
A um canto, as velas ardiam sobre o meu olhar
como uma lembrança de Verão que espera lá fora.
Achada sobre o fascínio e a solidão
dei por mim a amar a sua palidez de cidade europeia,
o seu gesto de amante nua, deitada vagarosamente sobre o leito do rio.
A sua essência perfeitamente desconstruída
deixou antever o seu pretensiosismo arquitectónico
encerrado sobre uma altitude apartada
capaz de beijar o céu que viu nascer
e morrer
as flores do mal cultivadas por Baudelaire.

Paris, 11 de Junho de 2014